Páginas

ENTENDENDO O METABOLISMO



Muito se ouve falar em metabolismo, como: "eu engordo porque meu metabolismo é lento" ou "meu metabolismo não trabalha da forma que deveria", então decidimos esclarecer um pouco sobre o tão comentado metabolismo e também sobre o efeito platô, estado em que o organismo se adapta a uma restrição energética.


Como definição, o metabolismo é o conjunto de reações químicas responsáveis pelos processos de síntese e degradação dos nutrientes na célula. O metabolismo pode estar em estado anabólico, que é a síntese, ou seja, formação de compostos ou pode estar em catabolismo, onde há degradação, ou "quebra" de compostos. No emagrecimento, o organismo está em catabolismo.


O organismo gasta uma quantidade de calorias simplesmente para manter suas funções vitais quando se está em repouso como respiração e funcionamento cardiovascular, por exemplo, esse valor refere-se à taxa de metabolismo basal. Para identificar quantas calorias são gastas em um dia é necessário incluir alguns fatores como peso (quem pesa mais possui necessidade calórica maior), idade (com o avanço da idade o metabolismo diminui), sexo (os homens possuem mais massa muscular e por isso o metabolismo é mais acelerado) e nível de atividade física (a atividade física aumenta o metabolismo) que influenciam o gasto energético do organismo.


Dessa maneira sabe-se que cada pessoa possui um gasto diferente e precisa de energia de forma diferente para se alcançar o objetivo necessário, seja ele emagrecimento, ganho de peso ou simplesmente para manutenção do peso atual.


O músculo também influencia o gasto energético, já que esse tecido é metabolicamente ativo e, quanto mais massa muscular está presente no corpo, maior será o gasto calórico. Naturalmente, os homens possuem um gasto calórico maior do que as mulheres já que eles apresentam uma maior quantidade de massa muscular e menor quantidade de gordura corpórea comparado com as mulheres.


Assim, cada indivíduo possui o metabolismo de uma forma, mais lento ou mais acelerado. Com o emagrecimento, há uma diminuição na ingestão energética e, com isso, após um tempo o organismo se acostuma a essa restrição, requerendo menos energia para suas funções vitais e o metabolismo diminui, se adaptando a tal restrição.


Esse é o chamado Efeito Platô. Nestas situações, deve-se diminuir ainda mais as calorias consumidas e aumentar a atividade física para que o metabolismo faça com que haja um gasto calórico a mais e, assim, o corpo continua com a eliminação de peso.


Outra alternativa é aumentar as calorias consumidas por um ou dois meses e em seguida diminuir novamente a ingestão calórica, para que o organismo não esteja adaptado à restrição calórica e ocorra o emagrecimento.


(Roberta Stella - Nutricionista)

3 comentários:

Vania disse...

É essencial entender bem o metabolismo. Temos que nos informar para emagrecer definitivamente, né, sem volta affff.

Beijos

*Cris Galvão* disse...

Obrigada pelo carinho Cris. Estou cheia de dor nas costas, por isso to passando rapidinho, mas assim que eu estiver melhor vou te visitar com mais calma. Beijão e até.

Julie disse...

AMORRRRRRRR mil desculpas....... to muito em falta com você e com todos da minha listinha... nao tem dado para visitar ninguém...está uma loucura...FICO MUITO FELIZ COM AS NOTICIAS e com seu emagrecimento.... muito mesmo amiga... sei que você é CAPAZ e vai atingir os seus objetivos com garra e determinação...CONFIO EM VOCÊ.... milhoessssssssssssssss de beijos e obrigada pelo carinho de sempre.... TE ADOROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO... Vc é um anjinho que Deus colocou no meu caminho



Devagar eu Chego Lá